Pauta das 7

SMS oferece acolhimento, vacinação e tratamento contra HPV

Foto: reprodução

Na segunda-feira (4 de março) foi celebrado o Dia Internacional da Conscientização sobre o HPV (Papiloma Vírus Humano). Dois tipos de HPV (16 e 18) causam 70% dos cânceres do colo do útero e lesões pré-cancerosas, além de provocar verrugas genitais, denominadas condiloma. Para marcar a data, a Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), reforçou a importância da vacinação, que é realizada em todas as salas de vacinação da rede municipal, nos 12 Distritos Sanitários.

O público-alvo são jovens de 9 a 14 anos, no Calendário Básico de Adolescentes; 9 a 45 anos para indivíduos vivendo com HIV/Aids, transplantados de órgãos sólidos e de medula óssea. Os pacientes oncológicos e vítimas de abuso sexual requer apresentação de prescrição médica com o CID.

A vacina é aplicada em duas doses com intervalo de seis meses e protege contra quatro sorotipos. Nas meninas, o imunizante previne contra câncer de colo de útero e, nos meninos, contra cânceres de garganta e pênis, por exemplo.

A vice-prefeita e titular da SMS, Ana Paula Matos, destaca o potencial de cuidado do imunizante e salienta que a prevenção é sempre a melhor alternativa. “Hoje é um dia de conscientização e alerta, por isso reforçamos a comunicação para lembrar a população que nossas salas de vacina seguem abertas para acolher e vacinar o público durante todo o ano. A vacinação é o método mais eficaz de prevenir várias doenças e é ofertada gratuitamente pelo SUS”, afirma.

Conforme a coordenadora de imunização da SMS, Doiane Lemos, é essencial que os pais estejam alertas às orientações dos profissionais de saúde e datas de retorno para completar os esquemas de imunização para cuidar das crianças. “Por isso a gente reforça a importância de os pais estarem atentos e de manter atualizada a carteira de vacinação. A gente sabe que não há como escolher que doença a criança terá no futuro”, pontuou.

Tratamento

Além da prevenção, na rede municipal é possível também ser realizado o acompanhamento desses casos. No Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), no Largo de Roma, s/n, são realizados testes sorológicos para HIV, hepatites, HTLV e sífilis. A estrutura também promove aconselhamento, palestras educativas, diagnóstico de sífilis e tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (DST).

No Serviço Municipal de Assistência Especializada – Semae Liberdade, situado nas dependências do 3º Centro de Saúde Professor Bezerra Lopes, na Rua Lima e Silva, Liberdade, são realizadas atividades de aconselhamento, diagnóstico e tratamento de DST e HIV/AIDS. A equipe multiprofissional desenvolve atividades de prevenção articuladas com os moradores, na perspectiva de integração do serviço com a comunidade na qual está situada.

E no Serviço Municipal de Assistência Especializada – Centro de Saúde São Francisco, na Rua José Duarte, 86, Tororó, é realizado o atendimento a pacientes com DST e Aids. O local possui equipe multiprofissional e realiza aconselhamento, palestras e oficinas de prevenção às DST/Aids, além de desenvolver programas específicos, como Controle do Tabagismo, Saúde e Prevenção nas Escolas, e Prevenção das DST/Aids junto a Crianças, Adolescentes e Jovens em Situação de Rua.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *