Pauta das 7

csm bala violencia e3cde6e88c770

Bahia tem queda em mortes violentas, mas segue liderando letalidade no país

Foto: reprodução

Segundo dados divulgados pelo Monitor da Violência, índice nacional de homicídios criado pelo g1, o número de assassinatos no Brasil caiu 4% em 2023. Na Bahia, no mesmo ano, também foi verificado uma queda de 4,1% nas mortes. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira (12).

Entretanto, apesar da queda, a Bahia segue sendo o estado com maior registro de mortes violentas no Brasil pelo 5º ano seguido. O total de homicídios em 2023 foi de 4.848, levando em consideração homicídios dolosos (quando o assassinato é intencional), latrocínios (quando a vítima é assassinada para que o roubo seja concluído) e lesões corporais seguidas de morte.

Ao longo de 2023, a Bahia registrou uma média mensal de 404 assassinatos. As 4.848 mortes violentas representaram 12,2% de todos os casos no Brasil, que totalizou 39.492.

A maioria das vítimas de homicídios dolosos na Bahia é formada por jovens adultos negros. Especialistas apontam que o envolvimento direto (por atuação) ou indireto (por morar em localidades onde há atuação) com o tráfico de drogas é a principal motivação destes assassinatos.

Em setembro do ano passado, o secretário de Segurança Pública da Bahia, Marcelo Werner, admitiu que a guerra de facções é a principal responsável pela violência no estado. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *