Pauta das 7

WhatsApp Image 2024 04 25 at 07.21.45

Bairros sem ônibus após atraso; rodoviários denunciam casos de assédio

Foto: Pauta das 7/Kabelinho Andrade

Diversos bairros de Salvador estão sendo afetados com a mobilização dos rodoviários, que acontece na manhã desta quinta-feira (25), e gera atraso na saída dos coletivos. A previsão é de que a categoria inicie o serviço às 8h, quatro horas depois do que o normal.

Segundo Fábio Primo, presidente em exercício do Sindicato dos Rodoviários, a garagem G3 da OT Trans, que fica em Campinas de Pirajá, é única que participa da mobilização.

Os bairros de Tancredo Neves, Arenoso, Sussuarana, Cabula VI, Fazenda Grande do Retiro, Conjunto ACM, Estação Mussurunga e Acesso Norte foram afetados.

Segundo Primo, a mobilização é motivada por casos de assédio moral e descumprimento do acordo coletivo por parte da empresa. “Por qualquer motivo é advertência, demissão por justa causa. Os trabalhadores estão trabalhando com medo, estamos fazendo vídeos para mostrar a justiça o sentimento dos trabalhadores”, explicou.

O diretor de Relações Institucionais da Integra, Jorge Castro, informou que não fará acordo sobre as denúncias de assédio, e que vai acionar a Justiça, porque o sindicato nunca os procurou para denunciar esses casos.

Segundo a Semob, coletivos da frota convencional de outras linhas foram remanejados para atender as regiões afetadas e veículos do Sistema de Transporte Especial Complementar (Stec), conhecidos como “amarelinhos”, também iniciaram a operação.

Vídeo: Pauta das 7/Kabelinho Andrade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *