Pauta das 7

Balanço positivo: Acidentes e mortes nas estradas da Bahia têm queda no feriadão de Réveillon, diz PRF

Foto: reprodução/PRF

O balanço da Operação Ano Novo, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas estradas da Bahia foi considerado positivo após redução no número de mortes e acidentes, em comparação ao mesmo período de 2022/23.

De acordo com os dados da PRF, entre 29 de dezembro de 2023 e 1 de janeiro de 2024, foram 31 acidentes (sendo 10 graves) e sete mortes registradas, contra 37 acidentes e 11 mortes no ano anterior.

A queda do número de óbitos foi de 36% e os locais onde as mortes ocorreram foram em trechos das BRs 030 (Dário Meira), 101 (Maraú), 116 (Brejões e Vitória da Conquista), 242 (Barreiras) e 367 (Porto Seguro).

No geral, 2.946 veículos foram fiscalizados e cerca de 3.592 pessoas foram abordadas em ações de policiamento da PRF nas rodovias federais da Bahia.

INFRAÇÕES

O número de infrações registradas foi de 2.186 notificações, com o excesso de velocidade, a ultrapassagem indevida e o não uso do cinto de segurança como as principais violações de trânsitos. Confira o ranking:

814 casos de excesso de velocidade
716 casos de ultrapassagens indevidas
120 casos de não uso do cinto de segurança
49 casos de desobediência ao período de descanso para motoristas profissionais
33 casos de falta de cadeirinha infantil
27 casos de não uso de capacete
22 casos de dirigir sob efeito de álcool

Mais de 1,5 mil testes do “bafômetro” foram aplicados. A PRF registrou ainda 64 auxílios a usuários que precisaram dos agentes por problemas na viagem, a exemplo das panes mecânicas. Além disso, as equipes reduziram os riscos de acidentes ao retirarem das rodovias 202 animais que estavam soltos. Por diversos tipos de irregularidades, 79 veículos tiveram que ser recolhidos.

Durante os três dias de atividades, a PRF na Bahia recuperou 03 veículos com registro de roubo ou furto. As abordagens resultaram ainda na apreensão de 8 quilos de drogas. Destacam-se também que 16 pessoas foram detidas por práticas criminosas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *