Pauta das 7

Brasil empata com a Jamaica e se despede da Copa do Mundo Feminina

Foto: reprodução

Em compromisso válido pela última rodada do Grupo F da Copa do Mundo feminina, o Brasil enfrentou a Jamaica necessitando de uma vitória para passar de fase. Porém, a Seleção não saiu do 0 a 0 no Estádio Retangular de Melbourne, na Austrália, e acabou eliminada do torneio.

A partida desta quarta-feira (2) marcou o último jogo de Marta em Mundiais. A “Rainha do Futebol” já está com 37 anos e dificilmente chegará em boa condição física para disputar a próxima edição do torneio, em 2027. A camisa 10 até começou o duelo como titular, mas não conseguiu evitar o revés da equipe.

Com a derrota, o Brasil encerrou sua participação em terceiro lugar no grupo, somando quatro pontos. Além do empate desta quarta, a campanha da Seleção teve uma vitória, na goleada de 4 a 0 sobre o Panamá, e uma derrota, de 2 a 1 contra a França.

Do outro lado, a Jamaica conseguiu garantir uma participação inédita nas oitavas de final da competição. Elas aguardarão a decisão da primeira colocada do Grupo H para saber quem serão suas adversárias na próxima terça-feira.

O jogo
Precisando buscar um resultado positivo, a Seleção foi ao ataque, mas deve muita dificuldade de criar boas chances diante de uma Jamaica bem postada no campo de defesa.

A jogadora que levou mais perigo no primeiro tempo foi a lateral esquerda Tamires. Aos 19 minutos, ela recebeu de Kerolin pela esquerda e arriscou um chute cruzado para a defesa de Spencer. Já aos 39, a atleta do Corinthians tentou um chute de primeira e obrigou a goleira a espalmar.

A segunda etapa também foi muito parecida com a primeira, com o Brasil cometendo muitos erros e tendo dificuldades na criação de jogadas.

Diante da possível eliminação, a equipe foi para cima para buscar o resultado e deu espaço para as jamaicanas. Shaw chegou a puxar um contra-ataque perigoso aos 36 minutos, mas finalizou por cima da meta de Lelê.

A melhor chance do Brasil foi já aos 45 minutos, quando Andressa Alves teve uma falta para cobrar perto da grande área. Porém, a jogadora bateu com pouca força e facilitou a defesa de Spencer. Debinha também teve uma oportunidade cabeça no último lance, mas não conseguiu converter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *