Pauta das 7

Prefeito descarta aumento da passagem de onibus de0031862401202405081536 7

Bruno Reis descarta aumento da passagem de ônibus em Salvador

Foto: reprodução

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União Brasil), garantiu que não haverá aumento da passagem de ônibus do transporte público da cidade em 2024. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (8).

O assunto foi abordado depois que rumores de um possível reajuste na tarifa circularam nas redes sociais. O motivo seria o fim da desoneração da folha de pagamento, proposto pelo governo federal, que deve elevar os custos de operação do serviço.

“Não terá nenhum reajuste esse ano, não existe essa possibilidade”, afirmou o prefeito.

Ainda de acordo com Bruno Reis, a reoneração da folha pode impactar em cerca de R$ 0,25 no valor da tarifa. O prefeito disse também esperar que o fim da desoneração possa ser revisto.

“Infelizmente, o governo federal que não ajuda, que não paga o subsídio, que não concede benefícios e incentivos fiscais aos insumos do transporte público, agora vem com a reoneração da folha, que é o principal componente do transporte público, porque a mão de obra dos motoristas cobradores terão incidência do tributo. Isso impacta R$ 0,25 na tarifa”, disse.

Bruno Reis ainda citou que, das 11 empresas que integravam o sistema metropolitano, 5 já faliram, provocando a demissão de cerca de 1,5 mil trabalhadores.

“Muito provavelmente algumas (empresas) possam vir a falir por conta da desoneração da folha. Em qualquer cidade do Brasil, vocês vão ver o dilema, a aflição que os prefeitos vivem para manter o transporte público funcionando”, lamentou o prefeito.

O prefeito afirmou também que a Prefeitura de Salvador já paga R$ 0,32 por passagem com o subsídio aprovado no ano passado, para garantir o funcionamento do serviço.

“Para não gerar instabilidade, insegurança e preocupação, garanto que este ano não terá reajuste no transporte público em qualquer hipótese”.

O último reajuste da passagem de ônibus em Salvador aconteceu em novembro de 2023, quando o transporte passou de R$ 4,90 para R$ 5,20. Na época, Salvador acabou se tornando a capital com o maior valor para a taxa de transporte público do Nordeste.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *