Pauta das 7

Castramóvel inicia atendimentos de 2024 na sede na Guarda Municipal

Foto: reprodução

O serviço Castramóvel, que realiza castração de cães e gatos de tutores residentes em Salvador, inicia nesta quinta-feira (4) o atendimento na sede da Guarda Civil Municipal (GCM) na Avenida San Martin, 734, Fazenda Grande do Retiro. Outra unidade do Castramóvel segue recebendo os animais no Jardim Botânico, na Avenida São Rafael, em São Marcos.

A castração é realizada mediante agendamento, que a partir deste ano passa a ser feito apenas presencialmente, nos locais onde as unidades estão em atendimento, a partir das 8h. Os tutores também podem retirar as guias para castração nas unidades referências de saúde, com lista disponível no site https://sustentabilidade.salvador.ba.gov.br/.

No momento do atendimento, o responsável pelo animal deverá portar RG, CPF, Cartão SUS e comprovante de residência em Salvador. Além disso, deve levar cartão de vacinação antirrábica do animal atualizado em até 1 ano. O animal só poderá realizar o procedimento caso esteja de 10 a 12 horas de jejum, inclusive sem ter tomado água.

Balanço – Durante o ano de 2023, 21.165 mil castrações foram possibilitadas de forma gratuita pela Diretoria de Bem-Estar e Promoção Animal (Dipa), vinculada à Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Resiliência, Bem-Estar e Proteção Animal (Secis). A titular da pasta, Marcelle Moraes, celebra o resultado e convida os tutores a iniciarem este ano reforçando o cuidado com os pets.

“Esse número representa o cuidado incondicional que todos temos de ter com os nossos animais. Significa mais proteção e reflete também o nosso compromisso da Prefeitura de seguir ampliando, ano após ano, as estratégias e equipamentos públicos para ofertar o procedimento, estando em todos os lugares da cidade”, afirmou.

A diretora da Dipa/Secis, Michele Holanda, reforça que a castração é um procedimento que beneficia a saúde do pet, por prolongar a vida do animal e fazer o controle populacional. “Além disso, previne doenças como tumores, a exemplo do câncer de mama nas cadelas ou gatas. A intervenção diminui também a demarcação de território e, em muitos casos, reduz a agressividade do animal”, destaca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *