Pauta das 7

Celebração do acesso do Vitória na Barra termina sem registro de crimes graves

Foto: reprodução/redes sociais

Os festejos do acesso do Esporte Clube Vitória à série A do Campeonato Brasileiro, celebrado na tarde desse domingo (19), no Farol da Barra, foram encerrados sem registro de morte violenta ou qualquer outro tipo de crime violento. Trezentos policiais militares foram mobilizados para garantir a segurança dos torcedores rubro-negros.

Os Comandos de Policiamento Regional da Capital (CPR-C) Atlântico, de Operações Policiais Militares (COPPM) e em Missões Especiais (CMPE) desenvolveram um planejamento para reforçar a segurança de todo o evento.

Além da 11ª CIPM (Barra), unidades especializadas, a exemplo dos Batalhões de Choque (BPChoq) e de Patrulhamento Tático Móvel (Bpatamo), uma aeronave do Grupamento Aéreo (Graer) e equipes da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa) apoiaram a ação.

“Garantimos que a celebração dos torcedores acontecesse em paz e sem nenhum registro de Crime Violento Letal Intencional”, destacou o coronel Ricardo Passos, comandante do CPRC-A.

Por volta das 17 horas, um torcedor informou a uma guarnição da Coppa que havia sido agredido e teve o seu celular roubado por quatro suspeitos. Rondas foram realizadas e rapidamente um dos homens foi identificado pela vítima e, após abordagem, o aparelho foi encontrado.

Ele foi levado para a 14ª Delegacia Territorial (DT) da Barra. Segundo a delegada Joana Angélica, plantonista da unidade, o homem de 41 anos foi autuado pelo crime de roubo.

“Ele já possui passagem por crimes contra o patrimônio e ficará sob custódia à disposição da Justiça. Após a formalização da ocorrência devolvemos o aparelho para a vítima”, disse.

Ainda segundo a delegada, ao longo de todo o evento foram registradas oito ocorrências por furto.

Toda a festa foi monitorada com o apoio dos recursos tecnológicos da SSP, através de câmeras de videomonitoramento e do Sistema de Reconhecimento Facial, além de aeronaves não tripuladas (Drones) da PM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *