Pauta das 7

Com medo, professores do Colégio Luiz Viana estão há uma semana sem dar aula

Foto: reprodução

As portas de um dos maiores colégios públicos da Bahia estão fechadas há uma semana. Os professores do Colégio Estadual Luiz Viana deixaram de comparecer ao trabalho por causa da sensação de insegurança que impera na unidade escolar.

O Pauta das 7 estava no colégio na manhã desta sexta-feira (21) e confirmou a situação: portas fechadas e sem alunos. Com isso, cerca de 1,8 mil estudantes, distribuídos entre os ensinos fundamental 2, médio e técnico e a educação de jovens e adultos (EJA), foram afetados e estão sem aulas.

De acordo com o coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Rui Oliveira, os profissionais relataram que estão sendo intimidados por “elementos estranhos à comunidade escolar, munidos de armas de fogo”. 

“Como não existe segurança no local, chegam a pular o muro da escola para intimidar os professores. Além disso, existe a  falta de funcionários. A direção da APLB tem se reunido com a comunidade escolar na busca de uma solução.”, explica Rui.

O sindicalista informou que a APLB tem uma reunião conjunta com representantes da secretaria de Educação e também da Segurança Pública, para  a próxima segunda-feira (24), às 9h.

Em nota enviada ao g1, a Secretaria de Educação afirmou que está atuando para que as aulas voltem o mais rápido possível, mas não disse o motivo da suspensão, nem o período.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *