Pauta das 7

“Ela pregava algo no mundo espiritual e vivia outro no carnal”, diz advogado do marido de Sara Mariano

Foto: reprodução

A defesa de Ederlan Mariano, o homem preso suspeito de mandar matar a esposa, a cantora gospel Sara Mariano, afirmou que a pastora “pregava algo no mundo espiritual e vivia outro no carnal”. A declaração foi feita no final da manhã desta segunda-feira (30), em entrevista à TV Bahia.

Além disso, o advogado Otto Lopes afirmou que o homem não confessou crime: “Em momento algum ele confessou o crime”, disse. “Ela, como pastora, pregava algo no mundo espiritual e vivia outro no carnal. {…} Ela já tinha um costume de sair de casa dizendo que iria para um local e ia para outro.”, afirmando que Sara tinha amantes.

Ederlan Mariano está preso desde sábado (28). O corpo de Sara Mariano foi encontrado na sexta-feira (27), em um matagal às margens de uma rodovia próxima a Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador.

O corpo de cantora foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) da capital baiana, na manhã desta segunda-feira (30). Sara Mariano deixa uma filha de 11 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *