Pauta das 7

Filho e viuva de Gal Costa abrem o jogo sobre brig0031668800202404010648 7

Filho e viúva de Gal Costa brigam por herança e exumação de corpo

Gabriel Costa diz que Wilma Petralla não tem direito sobre herança e explicou o pedido de exumação Foto: reprodução/TV Globo

Gabriel Costa, filho da cantora Gal Costa, e Wilma Petrillo, viúva da baiana, deram uma entrevista exclusiva ao Fantástico, nesse domingo (31), onde abriram o jogo sobre a disputa judicial em torno da herança da artista, além do pedido de exumação do corpo da cantora.

Em entrevista ao programa, o filho de Gal garante que Wilma não tem direito à metade do patrimônio dela, alegando que as duas não formavam um casal.

“Todos os dias elas brigavam feio. Minha mãe era uma pessoa muito boa, então ela não conseguia deixar a Wilma porque ela não tinha dinheiro para onde ir, então ela continuou com a gente. Era um relacionamento tóxico, não afetivo”, disse Gabriel.

“Elas começaram a morar juntas, só que sem nenhum tipo de relacionamento além da amizade e do trabalho”, completou o jovem.

Já Wilma, que atuava como empresária da carreira de Gal Costa, diz que elas estiveram morando juntas por 20 anos.

Durante a entrevista, o filho da cantora também explicou o pedido de exumação do corpo da mãe e negou acreditar que Wilma tenha algo a ver com a morte de Gal.

“Eu só quero ter certeza de que foi realmente uma parada cardíaca, porque foi tudo muito repentino. Não acho que ela tenha feito alguma coisa com minha mãe. Ela não chegaria a esse ponto”, explicou ele.

A viúva de Gal Costa é contra a exumação do corpo da baiana. “Lembrei que a gente tinha visto na TV um programa sobre necropsia e autópsia e Gal disse: ‘Deus me livre se um dia eu tiver que ir embora e alguém fazer isso comigo”, explicou ela.

Gal Costa morreu em novembro de 2022, a causa da morte se tornou pública apenas meses depois, por meio da certidão de óbito, que apontou ataque cardíaco e câncer como as causas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *