Pauta das 7

IMG 7188.

Hoje tem BaVi de Série A!

Foto: reprodução

A dupla BaVi, enfim, vai voltar a se enfrentar pela Série A do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (21), às 16h, Vitória e Bahia se enfrentam no Barradão, pela terceira rodada do nacional. Vale lembrar que o duelo será com torcida única e os ingressos para o embate foram esgotados na noite de ontem. 

Esse ano, as equipes já se enfrentaram em cinco oportunidades (quatro pelo Baiano e uma pela Copa do Nordeste). Ao todo, o Leão ganhou dois duelos (ambos em casa e pelo estadual) e empatou um. Já o Esquadrão venceu o duelo pela Copa do Nordeste, disputado na Arena Fonte Nova.

VITÓRIA

Por lesão, Dudu (lesão no joelho) e Camutanga (em recuperação de entorse no joelho), estão vetados pelo Departamento Médico do Vitória para o clássico. Já PK, com incômodo muscular, ainda é dúvida e pode ser surpresa na lista de relacionados de Condé. 

Como novidade, o Vitória poderá contar com o novo reforço Willean Lepo. Anunciado nesta semana, o lateral-direito já teve seu nome publicado no BID da CBF e está liberado para o Ba-Vi no Barradão. Voltando aos desfalques, saiba quais opções Condé tem para as lacunas no time titular.

Para substituir Camutanga, Condé deve promover a estreia de Bruno Uvini. No meio campo, Léo Naldi deve ganhar a vaga de Dudu. Ja PK, caso não reuna condições de jogo, dará lugar para Lucas Esteves. 

BAHIA 

Rogério Ceni terá força máxima para enfrentar o Vitória. Apenas o volante Acevedo e o lateral Ryan seguem de fora do time, em meio a recuperação de cirurgias.

As dúvidas no time do Bahia são por conta das improvisações realizadas por Rogério Ceni no time titular do Esquadrão. Contudo, o bom desempenho em campo no triunfo sobre o Fluminense na última rodada agradou a Comissão Técnica e a Nação Tricolor. Ou seja, há chances de Ceni repetir a equipe.

TEMPO SEM CLÁSSICO NA SÉRIE A

Essas cinco últimas temporadas sem Ba-Vi em Campeonatos Brasileiros acabaram entrando para o top três de maiores períodos sem jogos de Bahia e Vitória na  Série A. Isso porque ficar cinco anos sem o confronto na elite do futebol nacional formou o terceiro maior hiato da história do confronto. Os maiores foram as nove temporadas entre 2003 e 2014, depois as oito temporadas entre 1979 e 1988 e por a mais recente, de 2018 a 2024.

CLÁSSICOS NA SÉRIE A

Ao todo, Bahia e Vitória já se enfrentaram 30 vezes na história da Série A e o equilíbrio impressiona. Até aqui foram nove jogos vencidos pelo Esquadrão e também nove jogos vencidos pelo Leão. Os outros 12 jogos foram empates entre as duas equipes.

O curioso é que o Vitória jamais perdeu um Ba-Vi na Série A quando atuou no Estádio Manoel Barradas, o Barradão. É bem verdade que foram poucas partidas, mas este é um fator motivacional para o Rubro-Negro. Ao todo foram duas vitórias e dois empates ocorridos em 2002, 2003, 2017 e 2018. Nesses jogos o Leão da Barra venceu nos dois primeiros e empatou nos dois últimos.

Agora, considerando apenas os duelos nos pontos corridos, a vantagem é do Tricolor de Aço. Ao todo foram 10 jogos, com quatro triunfos do Esquadrão, duas vitórias do Vitória e quatro duelos que terminaram empatados.

EXPECTATIVA

Após perder o título baiano, o Bahia se classificou na Copa do Nordeste e se recuperou na Série A. Apesar do pouco tempo de trabalho, o Esquadrão vai com o time completo para o clássico e embalado pelo triunfo contra o Fluminense, pela última rodada do Brasileirão.  

FICHA TÉCNICA:
 
Vitória x Bahia
Campeonato Brasileiro – 3ª rodada


Local: Barradão, em Salvador
Data: 21/04/2024 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro: Raphael Claus
Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral 
Transmissão: TV Bahia e Premiere
 

Vitória: Lucas Arcanjo; Zeca, Bruno Uvini, Wagner Leonardo e Lucas Esteves (PK); Willian Andrade, Léo Naldi e Rodrigo Andrade; Matheusinho, Osvaldo e Alerrandro. Técnico: Léo Condé.
 
Bahia: Marcos Felipe; Arias, Gabriel Xavier, Cuesta e Juba; Caio Alexandre, Jean Lucas, Everton Ribeiro e Cauly; Thaciano e Ademir (Estupiñan). Técnico: Rogério Ceni.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *