Pauta das 7

Hospital nega atendimento e criança morre em Feira de Santana

Foto: reprodução

Os pais de Brayan Bastos Barreto denunciam o Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana, na Bahia, por omissão de socorro e demora no atendimento. A criança, de 1 ano e três meses, morreu na última sexta-feira (26).

A mãe de Brayan conta que o filho deu entrada no hospital com um quadro de febre. Segundo ela, a criança não foi atendida, porque apresentava 38.4 de temperatura, e o valor exigido pelo hospital para socorrer pacientes é a partir de 39.

Ainda segundo a mãe, o hospital orientou que os pais levassem Brayan pra uma Unidade de Pronto Atendimento. Lá, o menino foi medicado e começou a passar mal. A mãe verificou que o filho não respirava, solicitou ajuda, mas os enfermeiros, por “inexperiência e desespero”, não conseguiram reanimar a criança.

Brayan chegou a ser encaminhado novamente para o Hospital da Criança, mas já estava morto. Outros pais relatam que essa conduta do hospital, de somente considerar emergência e atender pacientes a partir de 39 de febre, é recorrente.

Os pais de Brayan acionaram a justiça e aguardam o prontuário médico, que deve ser entregue até esta sexta-feira (2/2). Além disso, a família vai entrar com uma ação contra o estado da Bahia pelas condutas dos hospitais.

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que abriu sindicância para apurar as causas do ocorrido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *