Pauta das 7

IMAGEM NOTICIA 1

Mais de 30 trabalhadores baianos são resgatados em situação análoga à escravidão no ES

Foto: reprodução

Um grupo com 35 trabalhadores foi encontrado em condições análogas à escravidão, em uma fazenda em Pancas, no Noroeste do Espírito Santo.  Os trabalhadores relataram que saíram da Bahia para atuar na colheita do café, e chegaram ao estado capixaba no dia 10 de abril.

Durante uma operação coordenada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o grupo foi levado para um hotel, onde aguarda o pagamento dos valores rescisórios – estimados em R$ 169 mil – e a volta para o seu estado de origem.

Formado por homens, mulheres e jovens menores de 18 anos, o grupo vivia em espaço sem divisória e pagava cerca de R$ 100 para fazer os deslocamentos entre o alojamento o local de trabalho.

Além disso, tiveram valores entre R$ 380 e R$ 450 descontados do salário, que seria da passagem para trazê-los para o Espírito Santo.

De acordo com o MTE, o empregador foi enquadrado em duas condições dos Artigos 149 e 207 do Código Penal, que preveem como crimes aliciar trabalhadores, mantê-los em condições degradantes e não garantir o retorno ao local de origem da contratação. A denúncia ainda precisa ser apresentada ao Poder Judiciário pelo Ministério Público Federal. A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) também participaram da operação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *