Pauta das 7

Menino de 10 anos morre após ser baleado no rosto; família afirma que tiro veio da polícia

Foto: reprodução/Redes Sociais

Um menino, de apenas 10 anos, morreu após ser baleado durante um tiroteio, no bairro de Portão, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. O caso aconteceu na tarde desse domingo (23).

De acordo com informações, Gabriel Silva da Conceição estava brincando na porta de casa, quando foi atingido com um tiro no rosto. Testemunhas afirmam que policiais militares chegaram atirando no local.

A criança foi socorrida e encaminhada para o Hospital Menandro de Faria, onde aguardou por transferência para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. Informações dão conta, ainda, que a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que levaria o menino para o HGE, ficou mais de uma hora parado, porque não tinha equipamentos básicos para fazer a transferência.

Gabriel morreu na madrugada desta segunda-feira (24). Em entrevista ao g1, o líder comunitário de Portão, Ney Lázaro, disse que o caso não foi isolado.

“É sempre o copiar e colar. Cheguei, fui recebido a bala e revidei. Essa é a justificativa da Polícia Militar, que é quem representa o Estado. A população já não aguenta mais conviver com essa triste realidade que vivemos”, desabafou.

A Delegacia Territorial de Lauro de Freitas investiga as circunstâncias do caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *