Pauta das 7

3g94uk11chfxfh6yoz935c1z5

Planos de saúde individuais vão ficar mais caros; saiba quanto

Foto: reprodução

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou, nesta terça-feira (4), o reajuste de 6,91% para os planos de saúde individuais ou familiares. O reajuste será válido para o período que vai de 1º de maio de 2024 a 30 de abril de 2025.

A medida vai impactar os contratos de quase 8 milhões de beneficiários. Isso representa 15,6% dos 51 milhões de consumidores de planos de assistência médica no Brasil.  A decisão não envolve planos coletivos, sejam empresariais ou por adesão. Nestes planos, o reajuste deve ser maior, marcado o terceiro ano seguido de alta de dois dígitos.

O aumento divulgado supera a inflação em 3,22 pontos porcentuais, considerando que nos últimos 12 meses, o IPCA, índice usado nas metas de inflação do governo, ficou em 3,69%. Em 2023, o reajuste autorizado foi de até 9,63%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *