Pauta das 7

Policia investiga morte de quilombola arrastada po0031622200202403211903 7

Polícia investiga morte de quilombola arrastada por carro na Bahia

Elissandra Reis foi arrastada por cerca de 1 km Foto: reprodução

A Polícia Civil investiga a morte de uma mulher quilombola, que foi atropelada e arrastada por um carro, na cidade de Camaçari, Região Metropolitana de Salvador. O suspeito foi indiciado por homicídio culposo, mas não foi preso.

O crime aconteceu no dia 17 de março. A vítima foi atingida pelo veículo quando estava no Quilombo de Cordoaria, situado no bairro de Vila de Abrantes. Elissandra Reis foi atropelada enquanto seguia em direção a uma festa.

Na ocasião, o motorista teria parado o carro, dado ré no veículo e atropelado a mulher, que ficou presa e foi arrastada por cerca de 1 km. O condutor foi avisado que a mulher estava embaixo do carro, tirou a chave da ignição e deixou o local.

Elissandra chegou a ser socorrida para o Hospital Geral de Camaçari (HGC), mas não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã de segunda-feira (18). Bueca, como era mais conhecida, deixou quatro filhos — três deles ainda crianças de 10, 9 e 5 anos.

Na terça (19) e novamente nessa quinta-feira (21), moradores e familiares de Elissandra fizeram um protesto contra o acidente, com cartazes pedindo por Justiça.

A Polícia Civil instaurou inquérito na 26ª Delegacia Territorial (DT/Vila de Abrantes). Até o momento, foram ouvidas testemunhas que presenciaram a ação e também o condutor do veículo.

O homem se apresentou acompanhado de um advogado e, como já havia passado o período de flagrante, foi liberado logo após prestar depoimento. Ele foi indiciado por homicídio na direção do veículo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *