Pauta das 7

WhatsApp Image 2024 05 28 at 08.51.38 1000x530 1

Prefeitura entrega mais 100 casas do Morar Melhor no Lobato

Foto: reprodução

O maior programa de melhoria habitacional do Brasil voltou nessa terça-feira (28) ao Lobato, no Subúrbio Ferroviário da capital baiana. A Prefeitura de Salvador realizou a entrega de mais 100 residências que foram reformadas pelo Morar Melhor, chegando à marca de 429 casas requalificadas no bairro. O prefeito Bruno Reis esteve na localidade para fazer a entrega aos moradores ao lado de autoridades municipais e de lideranças comunitárias.

Esta foi a segunda vez em que o Lobato recebeu o Morar Melhor. Como disse Bruno Reis, a gestão municipal já passou a previsão inicial de famílias beneficiadas. “Nós já reformamos mais de 52 mil casas em Salvador. Eu tinha colocado, lá no meu plano de governo, que a minha meta era chegar a 50 mil. Poderia parar, mas não: já passamos 2 mil e vamos fazer, até o final do ano, mais outras 4 mil. Portanto, vamos chegar ao final do nosso mandato com 56 mil casas reformadas em toda a cidade”, afirmou.

O prefeito destacou que o Morar Melhor é um dos maiores acertos da Prefeitura. “É comum andar pelas ruas da cidade e as pessoas dizerem ‘prefeito, olha lá pela nossa comunidade’. E quando a gente faz uma pesquisa para ouvir as pessoas, esse é o programa que tem o maior número de pedidos. Vamos seguir investindo na reforma das casas, melhorando a vida de mais pessoas. E amanhã ou depois de amanhã, quem venha a ser o prefeito dessa cidade, vai ter a obrigação de continuar com o programa”, disse.

Por toda a cidade – Cerca de 300 localidades em bairros de Salvador já receberam o Morar Melhor desde 2015, quando o programa iniciou as suas atividades. Ilha Amarela, Pirajá, São Gonçalo do Retiro, São Marcos, Alto do Cabrito e Brotas foram algumas das regiões beneficiadas nos últimos meses.

Por meio do programa, são realizados serviços gerais, que vão desde pintura e reboco à troca de telhado, portas, janelas, pia e vaso sanitário. As melhorias são escolhidas pela própria família moradora, e o investimento por residência pode chegar até R$15 mil.

São selecionadas localidades com maior precariedade na condição dos imóveis, levando em conta dados sociais do IBGE e a observação de campo; com predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento; de pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza; de mulheres chefe de família e de maior densidade habitacional. Não são contemplados pelo Morar Melhor imóveis em situação de risco, imóveis de aluguel ou de famílias que apresentam renda superior a três salários mínimos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *