Pauta das 7

Numero de mortos por dengue sobe para 12 na Bahia0031555000202403081131 7

Sesab confirma 2 mortes do chikungunya na Bahia

Foto: reprodução

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) confirmou, nessa segunda-feira (11), duas mortes por chikungunya, doença transmitida pelo Aedes aegypti, na Bahia. Os pacientes moravam nos municípios de Ipiaú e Teixeira de Freitas, cidades localizadas no sul e extremo sul baiano, respectivamente.

Ainda conforme a pasta, até o último sábado (9), foram notificados 3.918 casos prováveis da doença no estado. Em 2023, foram 4.747 casos prováveis de chikungunya no mesmo período, o que representa uma redução de 17,5%.

Cenário da dengue

Na Bahia, o sinal de alerta está ligado para outra doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti: a dengue . Segundo a Sesab, 175 municípios baianos estão em estado de epidemia para a doença e, até o momento, 12 mortes por dengue foram confirmadas pela Câmara Técnica Estadual de Análise de Óbito da Sesab.

As cidades que registraram morte por dengue foram:

  • Jacaraci, no sudoeste da Bahia (4);
  • Ibiassucê, no sudoeste da Bahia;
  • Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia (3);
  • Barra do Choça, no sudoeste da Bahia;
  • Piripá, no sudoeste da Bahia;
  • Irecê, no norte da Bahia;
  • Feira de Santana, a 100 km de Salvador.

Epidemia

De acordo com a Sesab, além dos 175 municípios baianos em estado de epidemia da dengue, outros 67 estão em risco e 18 em alerta.

São 45.386 casos prováveis da doença até sábado (9), com um aumento de 307,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Nenhum óbito por zika foi confirmado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *