Pauta das 7

Suspeito de matar casal dono de restaurante foi caseiro da família

Foto: reprodução/Polícia Civil

O homem suspeito de matar o chef de cozinha espanhol e a esposa em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, foi identificado como Eliandro Lourenço de Menezes, de 46 anos. Segundo informações da Polícia Civil, o homem foi caseiro da família durante 3 meses, em um período em que o casal estava na Europa. No momento, há um mandado de prisão preventiva em aberto contra Eliandro e ele está foragido.

David Pegrina Capó, de 53 anos, e Érica da Silva Santos, de 38 anos, foram mortos no dia 24 de novembro. A principal linha de investigação aponta para vingança, isso porque David não teria cumprido um acordo com Eliandro.

As investigações revelam que o chef teria garantido dar uma parte da Ilha do Pau do Macaco, que pertencia a ele e a esposa, para o suspeito. No entanto, o caseiro teria utilizado o local para traficar drogas e armazenar armas para uma facção criminosa, o que teria motivado a quebra do combinado entre as partes.

Segundo o delegado Euler da Silva, em entrevista ao jornal O Globo, Eliandro já tinha sido preso anteriormente por um assalto a banco em 2015.

“Em 2015, foi encontrado drogas nessa ilha. Em 2017, teve outra operação da Polícia Federal e foi apontado que o Eliandro e outros parentes dele usavam a facilidade de estarem na ilha para esconder drogas e armas para uma facção criminosa. O acordo não foi cumprido porque o Eliandro, na verdade, não só tomava conta da ilha, ele utilizava o local para o tráfico de drogas”, disse ele.

Eliandro é ainda procurado pelo crime de tráfico de drogas. Ele seria comandando da região baiana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *