Pauta das 7

1711590250184

Vitória vence o Treze-PB, mas dá adeus à Copa do Nordeste

Com o resultado, o Leão terminou a competição na quinta colocação do Grupo A Foto: reprodução

Uma vitória que acabou sem a celebração esperada pela torcida. No Barradão, o Vitória fez sua parte e, mesmo com time reserva, dominou e venceu o Treze-PB por 3 a 0. Mas, sem depender apenas de si, o Rubro-Negro não contou com um resultado favorável nos três jogos possíveis dos concorrentes e acabou eliminado da Copa do Nordeste de forma prematura.

Luiz Adriano, Léo Gamalho, de pênalti, e Lucas Esteves marcaram os gols da partida. Com o resultado, o Leão terminou a competição na quinta colocação do Grupo A, com 14 pontos ganhos, um a menos que o Ceará, que ficou com a quarta e última vaga.

Os comandados de Léo Condé agora concentram suas forças na disputa do título do Campeonato Baiano. O primeiro Ba-Vi da decisão será no próximo domingo (31), às 16h, no Barradão.

PRIMEIRO-TEMPO

Com time reserva, o Vitória iniciou melhor a partida e quase abriu o placar aos 11 minutos. Após roubada de bola, Luiz Adriano driblou o goleiro e rolou para Zé Hugo na pequena área. Livre, o atacante chutou para fora e desperdiçou uma chance clara.

Dois minutos depois, o Treze respondeu. Lucas Mineiro recebeu passe na área e chutou cruzado. A bola bateu na trave.

Aos 20, outro lance de perigo do Rubro-Negro. Erick Castilho dominou bola no peito, driblou o marcador e tentou o chute colocado. A zaga cortou o que seria um belo gol do equatoriano.

Aos 30, foi a vez e Luan assustar. O meia recebeu passe na entrada da área e tentou o ângulo do goleiro, que espalmou para evitar.

Se não marcou, Luan deu sua primeira assistência para gol. Aos 39, o camisa 7 cobrou falta na cabeça de Luiz Adriano, que desviou de cabeça para marcou o seu primeiro gol pelo Vitória.

O centroavante ainda quase marcou o segundo aos 47 minutos. Desta vez em cruzamento de Cácares, ele subiu mais alto que a zaga e desviou de cabeça. Andrade espalmou e evitou mais um.

SEGUNDO-TEMPO

O Vitória voltou para o segundo-tempo com uma alteração. Léo Naldi deu lugar a Dudu.

O primeiro bom lance da segunda etapa só aconteceu aos 25 minutos. Luiz Adriano deu belo passe para Zé Hugo, que chutou cruzado na área, a bola ainda desviou na marcação e bateu na trave.

Dois minutos depois, Jean Mota, que havia entrado no lugar de Luan, cobrou falta colocada e exigiu bela defesa de Andrade.

Aos 30 minutos, Jean Mota levou perigo mais uma vez. O meia recebeu na área, chutou e contou com desviou na zaga para quase enganar o goleiro, que se esticou para espalmar bonito.

Aos 38 minutos, Zé Hugo foi puxado na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Léo Gamalho deslocou o goleiro e fez seu primeiro gol no primeiro toque na bola em 2024.

Aos 44, o Vitória fez o terceiro. Jean Mota deu um lindo passe de cobertura para Lucas Esteves dar um toquinho na área e tirar do goleiro para balançar a rede.

Vitória 3 x 0 Treze-PB
Copa do Nordeste – 8ª rodada

Local: Barradão, em Salvador
Data: 27/03/2024 (quarta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro:  Caio Max Augusto Vieira (RN). Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e George Italo Antas Nogueira (RN)
Cartões amarelos: Rubens Carvalho-2 (TRE)
Cartões vermelhos: Rubens Carvalho (TRE)
Gols: Luiz Adriano, Léo Gamalho, Lucas Esteves (VIT)

Vitória: 
Lucas Arcanjo; Raúl Cáceres, Zapata, João Victor e Lucas Esteves; Luan Santos (Caio Vinícius), Léo Naldi (Dudu) e Luan (Jean Mota); Erick Castilho (Mateus Gonçalves), Zé Hugo e Luiz Adriano (Léo Gamalho). Técnico: Léo Condé.

Treze
Andrade; Felipe Pacajus, Luis Fernando (Rafael Castro), Pedrão e Rubens Carvalho; Roberto, Matheus Chaves e Wanderson (Fernando Neto); Rickelme (Di Maria), Lucas Mineiro e Vitão (Gabriel Feitosa). Técnico: William De Mattia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *