Pauta das 7

Policiais envolvidos na ação que resultou na morte de menino de 10 anos são afastados das atividades

Foto: reprodução/Jorge Cordeiro
Foto: reprodução/redes sociais

Os policiais militares envolvidos na ação que resultou na morte do menino Gabriel Conceição, de 10 anos, foram afastados das ruas enquanto o caso é apurado. A decisão foi anunciada na manhã desta terça-feira (25), durante uma reunião do secretário da Segurança Pública da Bahia, Marcelo Werner, com familiares da criança.

Na reunião, que contou com a participação da mãe de Gabriel, Samile de Souza Costa, do tio, da vó e da tia, além de uma advogada, o secretário ressaltou que está priorizando as investigações do caso e ressaltou que, além de os policiais terem sido retirados de circulação, as armas utilizadas por eles durante a ação foram recolhidas.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), equipes da Polícia Civil estão buscando imagens de câmeras no bairro para ajudar no inquérito que apura o caso.

“De imediato, todos os protocolos para o início das investigações foram adotados. Também houve o recolhimento das armas de fogo utilizadas na ação e o afastamento dos policiais da atividade nas ruas. Nosso objetivo primordial é saber exatamente o que aconteceu para termos elementos suficientes para definir a autoria do disparo que vitimou Gabriel”, afirmou o secretário Marcelo Werner.

A Corregedoria-Geral da SSP também acompanha a apuração do caso.

Gabriel foi atingido com um tiro no pescoço enquanto brincava na porta de casa, no bairro de Portão, no último domingo (23). Ele foi socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de segunda-feira (24). A família do menino afirma que o disparo veio da polícia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *